America do Sul

Sewell: patrimônio da humanidade

Sewell, ou para os chilenos Su-el é uma cidadezinha mineira construída no coração da Cordilheira dos Andes na mina del Teniente, por exploradores americanos no início do século passado. Ela chegou a deter 15mil moradores, família, mineiros, administradores, chilenos, americanos, solteiros… pessoas que tinham o sonho da vida melhor naquele lugar. Em seus tempos aureos chegou a ter 250 edificações, entre moradias, clubes sociais, cinema, escolas, hospital, boliches, igreja, mercearia, e tudo o que era necessário para compor a vida social da época.
Nos anos 1970, durante o governo Allende, a mina foi totalmente chilenizada e a vila desocupada: as pessoas continuaram trabalhando lá, até hoje o fazem (são como 10 mil trabalhadores 24hs do dia 7 dias da semana no que é a maior mina de cobre do mundo e a primeira mina industrial do Chile). Aos poucos, foram derrubados prédios e ela ficou ao abandono. Graças à petição das famílias que moraram lá o desmoronamento da vila cessou e em julho de 2006 recebeu o título de patrimônio da humanidade (um dos 5 que o país detém). Apens 80 edificações restaram. De lá para cá, a exploração turística iniciou, bem como os restauros, mas ambos de forma ainda tímida.

Hoje a visita é realizada apenas por agência de viagem, e segundo me informaram no centro modernoso e invejável centro de informações turísticas da secretaria nacional de turismo, em Providencia SCL, apenas uma agência pode fazer o passeio a vts.
A mina dista uns 200 km de SCL, e o passeio leva bem o dia todo. Custou o equivalente a R$120 por pax com transporte, guia e almoço. Valeu super a pena (lamentando o péssimo atendimento da agência pelo telefone e pela web, que não compreende o que é comercializar um produto turístico para turistas… sobretudo estrangeiros….).
Bem, vocês sabem que aqui no blog eu não primo por dar dicas de viagens e passeios, ou informações super detawipelhadas sobre os lugares, mas no caso de Sewell, me pareceu que se eu não falasse um pouco dela, ficaria fora de contexto ou sem nexo….
Nosso guia era mineiro também filho e neto de mineiros. Falava com emoção dos detalhes da vida naquela cidade. Não foram poucos os passageiros do ônibus que tinham nascido lá ou passado as férias em Sewell durante a infância. Teve uma senhora emocionadíssima que tinha nascido lá e depois que abandonou a vila nunca mais tinha voltado, o senhor que viveu até os 14 anos e me disse que até o seu primeiro amor ele encontrou em Sewell, o sobrinho do dentista local que passava as férias por lá e adorava….
um passeio com emoção sabe? bonito de ver as edificações, observar a lindíssima paisagem e ouvir as pessoas contando pequenas anedotas.
Adorei. Acho que em alguns anos quando as obras de restauro estiverem mais adiantadas vai ser muito legal, ainda mais!
Falta ainda mencionar duas coisas: o museu, que para quem se interessa por mineração e/ou geologia é um must have to visit e a paisagem! A cidade é encrustada, pendurada mesmo na cordilheira, e as montanhas nevadas, branquinhas contrastando com o coloridinho das construções um suspiro a parte.
Gostei de Sewell! Recomendo o passeio, mas é só aos sábados tá?

a linda paisagem do entorno! Encantadora Cordilheira
a vila que vai se pendurando
o hospital que já foi o mais moderno da América do Sul, com o teto de fundo de latas de tinta!
as pessoas boquiabertas…
até aqui tinha uma filial do Vaticano
dentro do boliche! O primeiro do Chile!
tudo colorido, pois sem a neve segundo o guia é tudo muito cinza
os prédios onde moravam as famílias chilenas, com wc compartilhados! e água quente racionada.
vista de dentro do salão de bailes, proibido o ingresso ao chilenos
salão de bailes, todo restaurando, mas não era tudo original não….

E você, já foi para Santiago? Conta!

O Chile já apareceu aqui antes, olha só:
Segunda visita
Visita a Vinícola Veramontes
Valparaíso e Viña del Mar
Santiago terceira visita

Curtiu? Comenta! Compartilha! Faz uma blogueira feliz e interaja!
Já segue o @comendochucruteesalsicha no Instagram? Lá você acompanha tudo em tempo – quase – real.
E você já curtiu a página do facebooK? Curte lá!
Para receber nossos posts em primeira mão, inscreva-se no nosso feed (ali em cima, à direita), sempre e apenas quando os posts forem publicados você receberá o link em seu e-mail!

Etiquetas
Mostrar Mais

Posts Relacionados

6 Comentários

  1. Poliana, prazer em conhecer, estarei colocando seu credito na postagem que publiquei no jcnavegador.blogspot.com / tomei a liberdade de selecionar uma foto sua no seu blog para adicionar na postagem, também aproveitei e converti em seguidor. Qualquer sugestão estou a disposição no email jcnavegador57@gmail.com, abraços,

    Julio Cesar de Almeida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar