Europa

Semana Santa de Sevilha

Esse era um post que eu absolutamente não deveria deixar de escrever estando em Sevilha: a semana santa daqui é a maior do mundo (em termos de celebração) e mais importante da Espanha.

A celebração difere bastante da que fazemos no Brasil. Me corrijam se eu estiver errada, mas no Brasil a semana santa trata de celebrar a paixão e ressurreição de Cristo, correto? Inclusive tenho entendido que a sexta-feira santa é o feriado mais importante para os cristão depois do Natal. Mas aqui na Espanha a semana santa não se trata necessariamente disso, mas de honrar e celebrar as diferentes virgens (nossas senhoras) com desfiles em sua homenagem.

Semana Santa de Sevilha
Nazarenos mirins –

 

E esses desfiles/procissões são levados a cabo por irmandades das igrejas chamadas Cofradias. Cada paróquia tem a sua e aqui em Sevilha no total são mais de 70, e todas elas procissionam na semana santa!

semana santa de sevilha
um dos altares

 

E não vai você achando que as procissões são rápidas, na ni na não, em média levam 12hs, o tempo de saírem de suas paróquias, circularem pelo centro histórico, chegarem até a catedral e voltarem até a paróquia! Em média 800 cofrades integram as procissões, nas quais vão carregando símbolos de suas cofradias, e dois altares: um com Cristo, aludindo à paixão e outro com a virgem de sua paróquia.

semana santa

As personagens mais emblemáticas são os nazarenos, que usam essas roupas um pouco assustadoras!

semana santa de sevilha
diferente né?
semana santa de sevilha
pelo que eu vi, essa bolinha começa com uma bolinha de papel alumínio que serviu para embalar algum sanduíche, depois os nazarenos começam a pingar cera…

 

semana santa de sevilha
e dá nisso!

 

Mas os costaleros também são ovacionados, pois levam os pesados altares nas costas! E ficam ocultos pelos veludos que os revestem (aos altares). Em média 70 costaleros carregam cada um dos altares.

semana santa de sevilha

Além disso, tem também uma banda que vai tocando as chamadas marchas de semana santa!

semana santa de sevilha

O passo da procissão é lento, caminham uns 3 minutos e ficam parados uns 15 para que todos possam ver, e para que as diferente irmandades que desfilam ao mesmo tempo não se cruzem pelo caminho, já que a região da Campana é obrigatória para todas as irmandades passarem, é lá que elas pedem permissão para fazerem o percurso, em um ato solene, uma a uma. Quando ficam parados os altares ficam abaixados para os costaleros descansarem (e checarem suas redes sociais como pude perceber risos) e quando eles os levantam gemem em uníssono um som como Huuuh.

semana santa
oops pego em flagrante

 

semana santa de sevilha
alguns nazarenos vão descalços

 

Na medida em que os altares passam, as pessoas aplaudem, querem tocar, incitam as crianças a fazer o mesmo.

semana santa
os altares são muito ricos

 

E os nazaremos quando vão passando distribuem balas, pequenas imagens de papel de santos fazendo a alegria da criançada. E também eles vão pingando cera de vela em umas bolinhas que as crianças fazem, e no fim da noite a piazada fica com bolonas enormes de cera e bem faceiro.

semana santa de sevilha

Se você ficar parado olhando a procissão vai precisar de umas 2hs para ver tudo. Eu fiquei 3hs por ter ido ver uma irmandade particularmente numerosa.

semana santa de sevilha

A tradição de semana santa em Sevilha data do século XVI, com altos e baixos ao longo da história hoje se fortalece como um marcador importante da identidade sevilhana. As imagens carregadas nos altares também são muito antigas.

semana santa de sevilha

É sem dúvida uma celebração que toma conta de muitos sentidos: o visual sem questionamentos; o auditivo pelas marchas; o tato pelas diferentes texturas que se vêm e se podem tocar; o olfato pois o tempo todo são queimados incensos; e existem comidinhas especiais que se provam nessa época, sobretudo doces, aguçando o paladar.

semana santa de sevilha
as pessoas decoram suas sacadas para verem as irmandades passarem

 

Bom, as procissões de semana santa de Sevilha iniciam oficialmente no domingo de ramos e seguem diariamente até o domingo de páscoa. Usualmente a partir do meio dia. Para o interessado não se perder, os restaurante e lojas fazem um guia constando as irmandades que sairão em cada dia, com seu percurso hora a hora.

semana santa de sevilha
altar com a virgem

 

Ano passado a Semana Santa de Sevilha gerou 180 milhões de euros de circulação e ingresso de dinheiro na cidade. Esse ano estima-se mais. Muito disso, comentam, é gerado pelos próprios sevilhanos que tradicionalmente usam roupa nova no domingo de ramos e depois das procissões sentam para tomar alguma coisa (vinho ou cerveja) e comer umas tapas. Ontem mesmo era mais de uma hora da manhã (em uma terça) e os bares e ruas estavam lotados!

semana santa
vitrine decorada com tema da semana santa.

 

Mas é também um período de densa ocupação hoteleira, muitos turistas acorrem à cidade na semana santa.

semana santa
Nada de ovo de chocolate, a piazada aqui ganha doces de nazarenos….

 

Para visitar a cidade propriamente dita, e seus atrativos eu diria que muita coisa fica comprometida, pois o centro histórico fica quase todo ele sitiado, e isolado por tapumes onde acomodam cadeiras e protegem os monumentos. Além de a circulação de carros e pedestres ficar comprometida.

semana santa de sevilha

Eu achei interessante e curioso, e você?
Gostou? Se sim, aqui neste link tem um índice de todos os posts da Espanha

Curtiu? Comenta! Compartilha!
Já segue o @comendochucruteesalsicha no Instagram? Lá você acompanha tudo em tempo – quase – real.
E você já curtiu a página do facebooK? Curte lá!
Para receber nossos posts em primeira mão, inscreva-se no nosso feed (ali em cima, à direita), sempre e apenas quando os posts forem publicados você receberá o link em seu e-mail!

Etiquetas
Mostrar Mais

Posts Relacionados

32 Comentários

  1. Bom dia Poliana olha, achei super interessante sua publicação e até sem conhecer Sevilha, entendo que seria uma otima data para visitar a cidade, o que vc. acha? Muito deferente de tudo que vi e ouvi, logo realmente por isso ostenta o titulo da celebração mais interessante do mundo!
    Abçs
    clovis

  2. Oi Poliana!..
    Gostei muito da sua explanação sobre a encenação da semana…Muito diferente das do Brasil. Bom pra se saber que cultura se cultua, eis aí uma verdade!..Vamos com FÉ!….
    Um abraço.Marilda

    1. viu só que diferente? Vamos agora aguardar pela Feria, outro evento importante e tradicional, mas beeem diferente da semana santa. Olé.

  3. Que interessante. Nunca saberia que celebram algo diferente. E 12 horas de procissão? Para poucos! Com certeza mais uma experiência para a lista que nunca acaba de tudo aquilo que quero viver!

  4. Estas celebrações culturais e religiosas são muito interessantes. São uma ótima oportunidade de nos colocarmos no lugar do outro, refletir sobre as diferenças entre nações, pessoas, crenças. E lembrarmos que somos todos iguais e devemos praticar sempre a tolerância. Por isso amo tanto viajar. E adorei este post.

    1. É, seria bom se mais gente como você pensasse assim… o mundo poderia ser outro né? Beijos e obrigada pela visita.

  5. Poli fiquei imaginando caminhar 12h descalço… que difícil eihn? As roupas dos nazarenos me causaram um pouco de angústia (por lembrar kkk) mas achei sua dica bem legal para quem vai para Sevilha nessa época. Imperdível ver toda essa cultura. Tati

    1. Sim, essas roupas são espantosas mesmo. Mas parece que a KKK se inspirou nos nazarenos para criar sua indumentária…

  6. Nossa, que interessante! E confesso que a roupa de nazareno é um pouco assustadora mesmo, até lembra as da seita KKK… E fiquei com dó dos pessoal que carrega os altares, meu deus… Mas os docinhos da “piazada” são “trilegais” (ok, já sei que é do RS e não do PR, mas é sulista, vai…rs) – com certeza uma festa típica a se ter em mente para escolher a data de visita a Espanha.

  7. Que bacana !!!! Já imaginou o tamanho da organização dessa celebração ?? 70 procissões no mesmo dia, ao mesmo tempo, sem se ‘esbarrarem’ pelo caminho!
    Quando pequena lembro de participar para ‘pintar’ as ruas com temas religiosos…não usavamos apenas tinta, mas pó de café, arroz, feijnao, serragem …. tudo para enfeitar a cidade e celebrar.
    Adorei
    Beijocas
    Li

  8. Aqui em San Luis, é bem, bem parecido. Temos a procissão do silêncio, onde é IGUAL a suas fotos! Vale ressaltar que o México foi colonizado por espanhóis, e, todos os costumes europeus são muito fortes aqui, assim como a arquitetura! Você deve ter percebido quando morou por essas bandas! Adorei!

Veja Também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar