América do Norte

San Franciso: acho que deixei lá meu coração

Sim, já faz um par de dias que saí de San Francisco e de fato estava devendo este post, mas os dias foram um pouco tumultuados e só agora pensei em escrever, desde El Paso.
Eu não sei se na verdade Sinatra era de San Francisco, ou se ele amava tanto assim a cidade, o fato é que ele diz em uma famosa canção que lá deixou seu coração, e eu tive a impressão de ter deixado meu coração viajante lá também: ela é linda!
Chegamos em um domingo (detesto chegar a novas cidades em domingos, é sempre tudo muito parado para gostar) a noite, com muito maluco pelo centro da cidade e estávamos impressionados (não muito positivamente) com a área central onde estávamos hospedados (Union Square – link aqui).
Mas quando a segunda amanheceu fria e clara, parece que a cidade sorriu para mim eu gostei de cara! Pé na rua e vamos para Chinatown (link) que dizem ser a maior fora do sudeste asiático, quem vai discordar? Era grande mesmo, cheia de prédios, pagodes, feira livre com legumes diversos, lojas e mais lojas de todo tipo de produto. Achei o passeio legal! Mas o almoço foi lá pros lados dos piers, no Boudin (é só clicar)  – que é a padaria mais antiga da cidade é serve entre outras delícias sopa no pão hum… – que ficava no Fisherman Wharf (link). de lá esticamos até a chocolateria Ghirardelli (delícia viu?), na praça homônima (já sabe né? link aqui), num caminho bem bonito e simpático. Já caindo o dia e as pernas de tanto caminhar fomos até o pier 39 (link), que acabou sendo meu lugar favorito na cidade – e de muitos turistas, pois é o lugar mais visitado da cidade, ver os leões marinhos, bater mais pernas, fazer comprinhas, apreciar o lugar que é lindo! Adorei de verdade.
O dia dois foi tomado por um citytour, com o qual percorremos a cidade toda, e fomos desembocar no bairro hippie da cidade Haight-Ashbury, que era bonita sim, mas com gente esquisita para caramba! Pessoal buscando o rumo de Woodstock (se você é muito novinho clica aqui).
Nesse dia, cruzamos a linda Golden Gate, que é suspirante de tão bonita e impressionante.
Quero dizer que me chamou a atenção o fato de que haviam muitas empresas oferecendo esse citytour (hop on hop off), abordando o passageiro na Union Square de forma intensa…. mas só um tinha a narração do passeio em outros idiomas além do inglês, e foi nesse em que embarcamos. Lá, a oferta de idiomas orientais (tanto quanto de turistas e imigrantes) era impressionante, mesmo…. E também achei bacana que ao passarmos por um bairro mais pobre e violento não ocultaram essa informação (detalhada) do turista, como é habitual.
No dia 3, fomos para a prefeitura, ver a cúpula e o busto do Harvey Milk (simpático vereador da cidade, o primeiro a declarar-se homossexual, que foi assassinado dentro da prefeitura com o prefeito no final dos anos 1970). – recomendo filme Milk. Tudo bem bonito. De lá fomos para a biblioteca pública: bastante impressionante grande, moderna, cheia de pessoas…. um lugar de gente e de acolhimento como disse Alessandro. De lá demos um pit stop para comer no museu de arte oriental.
Nossos passeios por San Francisco encerraram com uma deliciosa refeição bem americana na Cheesecake Factory  (link delicioso) antes de irmos para Napa Valley e para Alcatraz (cujos posts já publiquei) e Carmel e Monterey que não publiquei e não se se vai rolar post.
No fim fica a impressão de que San Francisco merece novas visitas, merece ser explorada com calma e em dias de calor, sem pensar em compras ou pressa… Sem pensar só em amar: o tempo, quem pega na sua mão, quem tá louco na sua frente, a imagem no horizonte, a comida linda, a diversidade, a viagem!
(eu não ia escrever isso, mas não resisti: minha intensão inicial era escrever esse post do aeroporto de Houston, mas achei o fim da picada escrever um post sobre uma cidade tão linda num lugar com um nome tão desprezível: Aeroporto Internacional George Bush, pronto falei).
A próxima parada não sei qual é, o próximo post não sei também. Talvez El Paso mesmo.
Bora ver foto?

na biblioteca Pública de SF
vistas da cidade
uma das muitas quitantas do bairro chinês
vista do bairro chinês
vista do bairro chinês
vista do bairro chinês: xis!
vista do bairro chinês, olhando pra cima tá? riso
vista do bairro chinês, e não vem comprar com a Liberdade de São Paulo tá?
vista do bairro chinês
vista do bairro chinês
no portal do bairro chinês
detalhe do pagode do portal do bairro chinês: presente do governo de Taiwan (será que esse ano tem post sobre Taiwan? Será Fundação Araucária? risos)
Vistas da cidade, essa era uma vista comum
macaquinho mudinho no bairro chinês, se abrir o bico a máfia passa o cobre!
vista da cidade
Alcatraz vista do Pier
vista da cidade
vista da cidade
Praça Ghirardelli
vista do Pier 39
Pier 39
Balas! Pai, são Balas! Muitas balas no Pier 39
leões marinhos no Pier 39
Pier 39, tão lindo!
pessoal local
pessoal local
anjos locais
prefeitura
Golden Gate, linda! suícidicamente linda!
prédios, muitos deles!
lindas casinhas!
bairro hippie
vibração do bairro hippie
bairro hippie
cruzamento mais famoso do bairro hippie, Janis Joplin passou muito por aqui!
cúpula da prefeitura, vista de dentro tá?
Etiquetas
Mostrar Mais

Posts Relacionados

4 Comentários

  1. Também estou igual a você, deixei meu coração em San Francisco 🙂 Eu morei em Oakland, coladinha com San Francisco. San Francisco é para mim a cidade mais linda dos Estados Unidos, um lugar que é difícil não se apaixonar. Até mesmo em dias menos ensolarados, com a famosa neblina, ainda sim a cidade encanta. E o Golden Gate Park?lugar incrível onde tem um dos museus mais incríveis que visitei nos EUA, California Academy of Sciences. Deixa eu para por aqui, senão vou escrever um texto aqui rs, pois eu amo essa cidade.

    Um grande abraço

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Botão Voltar ao topo
Fechar