América do Norte

Os 4 museus mais visitados de Nova York

Hoje começa a Semana dos Museus, a já conhecida Museum Week. E como já é costume o pessoal da RBBV faz uma blogagem coletiva sobre o assunto no sentido de dar visibilidade ao evento. E desde 2015 o blog participa ativamente.
Em 2017 falei sobre  o Malba de Buenos Aires <3

Em 2016 foi a vez do Museu de Artes e Costumes Populares de Sevilha

Em 2015 para debutar na Semana dos Museus expliquei como é o Museu de Belas Artes de Sevilha.

Esse ano eu tô mais gulosa nessa Semana dos Museus e quero tratar dos 4 museus mais visitados de Nova York. Isso mesmo, 4! O link que eu coloquei aqui, faz menção a 5, mas o último deles eu não visitei, então vou me ater aos 4 em que estive: Metropolitan Museum of Art (The MET); Museu de História Natural; Museum of Modern Art (MoMA); Solomon Guggenheim Museum.

No MoMA

O Met – É um dos mais importantes museus de arte do mundo, com mais de seis milhões de visitantes por ano, é um colosso. O melhor e mais impressionante museu de arte que eu já visitei na vida – e eu nunca mais queria sair de lá. De tão enorme ele não tem muita muvuca e acho que por isso eu amei tanto. Poucas filas e serviços adequados. Reserve ao menos um turno completo para visita-lo, você vai precisar de tempo para se deleitar com milênios de arte. Se tiver mais disponibilidade de tempo ao longo da viagem, selecione setores e visite-o mais de uma vez.

A entrada custa agora 25$ (valor geral mas tem política de desconto, veja no link). Ela é válida por 3 dias consecutivos e inclui mais dois outros museus.

Museu de História Natural – com mais de 5 milhões de visitantes por ano, definitivamente não é um museu que se possa ignorar. Mas ele está longe de chamar minha atenção, pois não é o tipo de acervo que me interessa. Contudo, crianças e adolescentes piram lá dentro. Dedicado à ciência natural, com fósseis, ossadas, maquetes, projeções e muitos recursos para explicar de onde viemos.

A entrada geral custa 23$ – mas no balcão você pode pagar o quanto desejar. Dentro do museu existem outras atrações pagas à parte e se você optou por pagar o que desejasse não terá acesso a elas. Há muita fila para comprar o ingresso, mas caminha rapidinho.

MoMA – uma jóia apertadinha para seu acervo todo mas muito potente! É certamente um museu para onde quero voltar quando estiver em NYC. Eu e outras 3 milhões de pessoas por ano. Uau! Ali estão expostas expoentes da arte moderna em muitas salas de tirar o fôlego. Tudo muito organizado e sinalizado mas que requer tempo, por isso selecione ao menos 3hs para poder olhar rapidamente o museu todo, e se você ama muito arte evite a sexta-feira a tarde quando é grátis a entrada e a muvuca impera.

A entrada geral é de 25$ (com política de descontos, veja no link) e como comentei há gratuidade às sextas a partir das 16h.

Ah, o  MoMA tem um jardim interno delícia par descansar depois da visita viu?

Guggeinheim – Impressiona a mais de 1 milhão  de visitantes por ano com sua arquitetura muito arrojada, aliás projetado pelo mesmo arquiteto do famigerado museu homônimo de Bilbao – Frank Lloyd Write. Se seu desenho tira o fôlego sua coleção deixa um pouco a desejar. É bem verdade que seu espaço se divide entre exposições temporárias e eu peguei uma bem curiosa que pouco me chamou atenção e coleção permanente que sim é bastante atrativa (bom considere que é um museu de arte contemporânea e moderna) mas modesta para o valor da entrada ou para seus vizinhos da Museum Mile.

Custa 25$ para visitar mas aos sábados é grátis e sem muvuca alguma. Se você se amarra mais na arquitetura pode entrar no átrio principal grátis ou  ainda visitar a incrível loja.

Todos eles além do Intrepid Sea, Air & Space Museum (que seria o 5o. museu desta lista dos mais visitados mas que eu não visitei) você pode acessar por meio do NYC City Pass, e em alguns casos cortando fila.

Impressionada no MET

Você já visitou algum deles? Conta para mim suas impressões.
Você já segue o Comendo Chucrute e Salsicha pelo instagram? Opa: @comendochucruteesalsicha.
E já curtiu a página do blog no Facebook?
Acompanhe tudo lá em tempo (quase) real!

De novo ele, o MET

Já leu outros posts da blogagem coletiva da Semana dos Museus? Quais? Não faz segredo não.
Para te ajudar a selecionar quais posts da Semana dos Museus te interessariam segue uma lista dos participantes:

Mostrar Mais

Posts Relacionados

35 Comentários

  1. Oi Poliana, eu também AMO o MET. Na minha passagem rápida por NYC foi o único que conheci. Anotei os outros pra voltar, principalemente o de História Natural, bora levar as crias! Abraços

  2. Passei uma semana em NY e visite 3 desses 4 – só o MOMA ficou de fora (mas não sou chegada em arte moderna e já queria o Guggenheim por causa do prédio hehehe). Mas de qq jeito motivos pra voltar pra NY nunca faltam!

  3. Não conheço NY (ainda!!), mas o Museu de História Natural e o MoMA são dois que quero muito conhecer! Já favoritei o post! 😉

  4. Preciso visitar o MET! E com essa informação de que o ingresso vale por 3 dias, fiquei ainda mais animada. Essas viagens em dólar, me deixam um pouco apreensiva, não nego rsrs. Post ótimo como sempre no Chucrute. Beijos querida

  5. Poliana, eu diria que Nova York é um colosso, não só o MET. Eu amei o Guggeheim. Quando o visitei, a exposição temporária era Picasso Black and White. Foi fantástico! Concordo com você que o MET precisa de mais de uma visita para realmente conhecê-lo melhor. É sempre uma boa desculpa para visitar The Big Apple, concorda? Abraço

  6. Se eu pudesse dar apenas uma dica, seria para ir ao Met em dois dias diferentes. Como todo grande museu, o acervo impressiona pela qualidade e quantidade e eu, pelo menos, nunca consigo ver tudo.
    Quanto ao Museu de Historia Natural, também não me agrada muito ver os bichos empalhados, mas como você disse, para crianças e adolescentes eu acho imperdível, porque aprendemos coisas tão legais e de forma tão marcante…

  7. Conheci esses quatro em Nova York e essa dica de pagar o quanto quiser no balcão ou ir nos dias gratuitos é imprescindível para economizar. Imagino que isso passe desapercebido por muitas pessoas, que acabam pagando o valor total ou simplesmente desistindo do passeio, o que é uma lástima!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja Também

Fechar
Fechar