Europa

Milão

Recentemente fui para a Croácia e voei por Milão, e lá precisei passar dois dias para aguardar uma pessoa do grupo. E claro, enquanto esperava dei um rolê pela cidade.

milão
detalhes da Duomo

Eu não esperava muita coisa de lá, mas ainda assim não me surpreendi. Claro, eu concordo que quando ficamos mais tempo em uma cidade temos mais chance de gostar. Mas mesmo assim, tem cidades que se abrem facilmente, e Milão para mim não se abriu.

Milão
Nossa Senhora. Duomo

Contudo, algumas coisas bem bonitas pude visitar, quer ver só:

A Duomo é realmente impressionante, não necessariamente bonita, mas impressionante.

Milão
Pausa para o momento UAU, sim ela é imponente!

Saindo do metrô, já se dá de cara com ela, grandona, imponente… No meio duma praça abarrotada de turistas – todos desejando o melhor click.

Milão
Vista de lado me parecia ainda maior!

Via de regra, eu não me interesso em visitar igrejas, e aqui não houve exceção à regra. Mas fiz algo diferente: subi até os terraços da Duomo!

MIlão
Terraço da Duomo! No topo do mundo (Sqn)
Milão
terraços, fornecem uma vista muito diferenciada.

Como uma igreja gótica e fartamente decorada no seu exterior (com mais de mil estátuas), lá de cima se pode ter uma noção mais ampla desses detalhes ornamentais.

Milão
Detalhes da Duomo vista do terraço

Ah, o ingresso eu comprei na hora mesmo, com política de meia para estudante e preço diferenciado para subir pelas escadas ou pelo elevador.

Fui de escadas (digamos que a subida é íngreme, mas as pizzas do dia anterior requeriam….).

Milão
Uma das portas da Duomo, cheia de detalhes.

No terraço existem dois pavimentos abertos à visitação: um que circunda toda a igreja e outro superior no telhado.

Milão
Com meus companheiros de viagem Saulo e Luiz, em um momento selfie no terraço

P1060017

 

Saindo da Duomo, entrei na Galleria Vittorio Emanuele, que também é conhecida entre os locais como a sala de estar de Milão. Lá tem lojas e cafés, mas não para todos os bolsos. É um lugar para se encontrar aquela bolsa grifada, ou o último lançamento de algumas das melhores marcas.

IMG_5324

Eu achei bem linda essa galeria, ainda em dúvida sobre o que seria mais bonito o piso ou o teto.

IMG_5230

Cruzando a Galleria, se chega a Praça do Teatro Alla Scala! Pausa para um momento wikipedia: é o teatro lírico mais importante do mundo e com a acústica mais perfeita. Lá se apresentam os principais artistas desse tipo de música, desde 1778. Foi totalmente destruído na Segunda Guerra Mundial, mas após ter sido reconstruído segue em dias de glória! Ahhhh eu adorei visitar.

IMG_5289

Bem, o teatro propriamente dito não se pode visitar, mas ele tem um museu que dá acesso a alguns camarotes de onde se pode vê-lo!

P1060074
no Museu, que tem biblioteca e até indumentárias usadas no Teatro

Uma maravilha! Bem, eu já visitei teatros mais bonitos sim (alô Ópera de Viena, Budapeste e de Paris), mas esse me tocou pela sua importância sabe?

Uma lástima que não tenha visitas guiadas! Lástima mesmo viu?!

Ah, para entrar no museu, eles têm política de meia entrada para estudantes e…. tcharam…: professores!

Um dos programinhas noturnos de Milão, e que fizemos, é dar um rolê para um drink ou uma comidinha no Corso Como Garibaldi, que é uma área repleta de bares, restaurantes, lojinhas, cafés, área de pedestres com um astral bem legal.

IMG_5216
legalzinho né?

IMG_5217

Lá nos comemos no Eataly, que eu estava com muita vontade de conhecer e comemorei o aniversário lá com uma pizza deliciosa. Recomendo muito, lugar cheio de opções gostosas e uma maxi mercearia de delícias. E ó, não achei caro não, viu?!

IMG_5220
4 andares de pura delícia!
IMG_5223
pode ir sem culpa, no dia seguinte sobe as escadas da duomo e está tudo certo entre você e a balança!

Um outro lugar que dizem ser badalado a noite é o Naviglio Grande, um bairro cujo centro é um canal, e em volta deste muitos restaurantes e bares.

IMG_5337
apesar de não ter curtido muito a vibe do lugar durante o dia, ele tem muitos bons restaurantes!

IMG_5334

Fui de dia e não achei grande coisa tá?

IMG_5335
Em compensação, um programinha para se fazer de dia é um pic nic no parque do Castello Sforzesco, no Parco Sempione.

IMG_5313

Um lugar calmo, com vista ao castelo (que infelizmente não deu tempo de visitar), onde curti a paisagem, a salada e a companhia!

IMG_5312

Ah, tem um carrefour express quase em frente, onde você pode comprar algumas delícias!

P1060109

De uma maneira geral, locomover-se por Milão é fácil de metrô e sobretudo caminhando. Muitas coisas ficam próximas e a cidade é plana e segura.

P1060098
onipresença de vespas e motos pequenas!

Eu gostei dos programinhas que fiz, todos eles que descrevo aqui recomendo bastante.

IMG_5205
por muitos lugares tem fontes como essa, com água potável!

Algumas ideias eu tomei do blog chamado Milão nas Mãos, que é bem completinho.

IMG_5213
vista urbana

Gostou do post? Tem alguma dica sobre Milão? Então deixa nos comentários!!!

Outro destino que visitamos na Itália foi Trieste, você viu esse post?

Você já segue o Comendo Chucrute e Salsicha pelo instagram? Opa: @comendochucruteesalsicha

E já curtiu a página do blog no facebook?

Acompanhe tudo lá em tempo (quase) real!

Tags
Mostrar Mais

Posts Relacionados

13 Comentários

  1. Olá Poliana, fui a Milão em Maio, confesso que esperava mais, mas tem coisas que eu gostei muito. A Duomo com certeza impressiona, o trenzinho antigo, de madeira nos faz voltar no tempo, as pessoas na Itália andam muito bem vestidas, em Milão é impactante! Fiquei triste que não fiz compras. Achei caro!
    Como alugamos um carro passamos por alguns bairros de Milão caríssimos, verdadeiras mansões! Muito lindo! Na estrada também foi possível ver montanhas de neve.
    Nos apaixonam os pela Itália e queremos voltar em breve! Bjos

    1. Rebecca, obrigada pela sua visita! De fato fazer compras lá não é tarefa para qualquer um! Requer um certo fôlego orçamentário.
      Eu achei também isso de Milão: no geral não é aquela coisa, mas no específico é legal!
      Abraços

  2. Muito bom seu blog, Poli’s.
    Só uma curiosidade, das experiências que tenho da Itália, falar italiano costuma abrir muitas portas e ter direito a um tratamento diferenciado. Parli italiano, ragazza? Será que foi essa uma das causas do: “… e Milão para mim não se abriu”.
    Beijos.

    1. Loremi, que surpresa boa sua visita por aqui! Não, eu não falo italiano. Algumas palavrinhas para iniciar a conversa, como bom dia, boa tarde e noite, olá, tchau, obrigada, com licença. Mas a comunicação, de forma geral não foi problema não. Mas quem sabe não seja esse mesmo o problema pelo qual a cidade não tenha se aberto: eu também não me abri!
      Um abração.

  3. Oi Filha, gostei muito desse lugar, ainda que por fotos…Não tinha ainda visto!
    Muito boa a sua interpretação, ainda que vc não gostasse tanto mas, sua fala é sempre elegante.
    PARABÉNS! Abração com saudades

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close