Europa

Granada (Espanha)

Taí uma cidade que sempre quis conhecer, Granada. Uma das grandes da Andaluzia e com um dos maiores e mais expressivos patrimônios mouriscos: Alhambra.

Incautamente programamos essa viagem com uma certa antecedência e sem prestar muita atenção na previsão do tempo: tolo equívoco, pois pegamos só chuva e frio o final de semana todo. Uma pena sem tamanho. Ou não: agora me sinto obrigada a voltar a essa bela cidade para curtir mais.

 

Quando fomos comprar a passagem de trem de Málaga para Granada, ouvimos do funcionário da Renfe (sistema de ferrovias espanhol): Olha, eu até posso te vender, mas não é o melhor para vocês porque tem conexão. O ideal mesmo é de ônibus: direto e mais frequente. Ponto para o sistema (ainda) público né? Fomos e voltamos de ônibus (ALSA é o nome da empresa com site na internet onde você pesquisar bastante) em 2hs de viagem num ônibus que deixaria as empresas brasileiras orgulhosas do seu conforto, viu?!

Eu não quero ser repetitiva, sabe? Mas é que vai ser difícil falar de Granada (nossa viagem) sem falar do quanto a chuva e o frio atrapalharam, e apenas com uma sombrinha (sim, pois dividir sombrinha é igual dividir Yakult!).

Bem, a coisa é que chegamos e já rumamos para um passeio (contratado na rodoviária mesmo) de segway pelo centro histórico – Patrimônio da Humanidade. Foi uma experiência muito legal, nunca tínhamos andando em segway, e o nosso grupo nem pequeno, 3 pessoas, foi bem conduzido por uma simpática guia.

IMG_2704

Gostei bastante, de verdade. Fomos ao bairro Albayzín, até o topo onde vivem os ciganos (inclusive entramos numa cueva cigana!),

P1040792
Cavernas onde vivem os ciganos. Bem no alto do bairro.

Percorremos ruelas estreitas,

P1040811

Tivemos vistas lindas da Alhambra!

P1040787

Um passeio adorável, uma hora bem empregada.

P1040801
foi eleita a sacada mais bonita de Granada em 2013! quem discordaria?

Depois disso, era hora de fazer uma caminhada por conta, e ficamos batendo perna e perambulando pelo centro da cidade.

IMG_2722

No dia seguinte, cedinho tínhamos que rumar para Alhambra. Vou dar a dica tá? Compre as entradas antes! As entradas são limitadas a 6600 pessoas por dia, e facilmente se chega a esse tanto, além do mais apenas 1/3 das entradas são comercializadas na bilheteria. Nós compramos pela internet (www.alhambra-tiquetes.es) , reservamos o horário para visitar os Palácios Nazaríes. Sem dificuldade. E para agilizar ainda mais (as filas são grandes por toda Alhambra – comprar tíquete, retira-lo….) retiramos nosso tíquete um dia antes na loja oficial da Alhambra que fica bem no centro da cidade, no começo do Albayzín – e diga-se de passagem, tem suvenires lindíssimos, cds imperdíveis e uma livraria de cair o queixo.

P1040866
Palácio de Comares, em Alhambra (Palácios Nazaríes)

Para chegar até lá, tomamos um ônibus (1,20 euros). Dá para ir a pé sim, mas a subida é íngreme e muitos trechos sem calçada. Penso que pelo valor do ônibus, dá para pagar sem crise e poupar suas pernas pro passeio, você vai precisar delas! O ônibus que vai até lá é o 30, mas melhor se informar direitinho em informações turísticas sobre horários, paradas e etc: isso pode mudar.

Entrando na Alhambra, não adianta insistir: se sua entrada nos Palácios Nazaríes estão marcadas para as 9h, é nessa hora exatamente que você vai poder entrar (o senhor que controla a entrada só libera passagem depois de o sino da igreja tocar!).

P1040916
Pátio de los Leones, nos Nazaríes

Os Palácios Nazaríes são a parte mais bonita da Alhambra, eles compõem um complexo palaciano, de diferentes líderes, com muitos adornos,

detalhes,

P1040880

lindos azulejos,

IMG_2845

gesso,

P1040862

madeira,

P1040845

pedra,

P1040898

fontes!

IMG_2847

É lindíssimo. O problema? Bem para nós foi a chuva, sem dúvidas. Estando lá, tente não ficar próximo a grupos grandes: eles não respeitam o direito do outro contemplar e fotografar e as informações dos guias tiram a concentração de qualquer um.

De lá, caminhamos até o Generalife que era o Palácio de Verão da Alhambra. Visitamos seus jardins, contemplamos a cidade vista lá do alto e suspiramos. Mas a nossa paciência com a chuva chegou no limite, e já fomos caminhando para a saída.

IMG_2822
No Generalife, que tem lindos jardins.

A Alhambra não é um primor de sinalização e/ou interpretação, o que é uma pena, viu? Mas lá vi coisas bem legais como:

IMG_2878

Eram spots de toque: informava porque não poderia tocar nas coisas lá dentro, quais eram as fragilidades de cada material e dava a chance de tocar nas réplicas ali expostas! Adorei!

Pela tarde, tomamos um ônibus para o Albayzín e subimos até o final do Sacromonte! Gente, dava vertigem de ver o alto que era o topo deste bairro, e o estreito que era a via!

P1040825

Depois perambulamos um pouco pelo bairro, até encontrarmos a Mezquita Mayor de Granada – o que foi para mim uma grata surpresa, pois elas não são comuns nessa Espanha tão cristianizada e com o catolicismo tão evidente. Visitamos as áreas externas da mesquita, falamos bastante com um rapaz que trabalhava lá. Dá para visitar a área interna, mas como era horário de oração, ele só abriu a porta para darmos uma olhada e sem fotos! Do pátio da mesquita se tem uma vista linda da Alhambra, e sem ninguém te apressando para usar o ‘spot’ para tirar fotos! Ponto.

 

IMG_2871
Imagens da Mesquita

Granada merece ser visitada novamente, certeza! Num dia de sol, com amor pelo Al Andaluz! Logo logo eu volto, certeza!

Tags
Mostrar Mais

Posts Relacionados

8 Comentários

  1. Oi filhota1…Nossa essa cidade deve ser linda mesmo…as fotos de tirar o fólego..sua interpretação é viajar sentada aqui no computador….Gente aquela sacada vale voltar pra reve-la….tinha mesmo que ser eleita a mais bonita….
    beijuuu

  2. Oi Poliana, boa tarde.

    Essa chuva de Granada foi no mes de março que vc esteve lá ?
    Pretendo fazer o sul da Espanha em Abril/17 depois da Semana Santa, será que ainda é período de chuvas ? Em Sevilha pretendo ir até Ronda uma noite e um bate volta até Jerez de La Frontera de onibus. Vc acha viável ? Esse seria o melhor deslocamento ou sugere outro. Agradeço se puder me ajudar.

    1. Eu estive em janeiro.
      No ano passado, qdo morei na Andaluzia chovia neste período. Mas não muito. eu sempre levo uma sombrinha.
      Desde Sevilha você se comunica bem com as capitais das províncias andaluzas: Huelva, Córdoba, Málaga (onde fica Ronda), Almería, Granada e Cádiz (onde fica Jerez).
      Para as cidades do interior das províncias é mais fácil chegar a partir das capitais. Se você vai a Málaga, vai ser mais fácil chegar a Ronda a partir de lá, e não de Sevilha.
      Contudo, como Jerez é uma cidade relativamente perto de Sevilha e grande, talvez haja boa comunicação de trem ou ônibus. Checa em: http://www.renfe.es e/ou http://www.alsa.es
      espero que goste muito, um abraço e aproveite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close