Europa

3 passeios para Não fazer em Sevilha

A maior parte dos posts eu dedico a indicar coisas para fazer, mas hoje vou fazer o contrário e indicar três coisas para não fazer em Sevilha.

A primeira coisa a não fazer é visitar o Hospital de los Venerables: fica no coração do Bairro de Santa Cruz e é uma fundação cultural na qual se supõe existem obras de arte e sobretudo Velazquez. Na prática você para 5 euros para vr um pátio comum de se ver de graça pela cidade, uma igreja bonita sim, mas… nada de especial e uma coletânea de umas 10 obras (quando eu visitei o único Velazquez estava em Paris) que pode ser substituída por uma visita ao Museu de Belas Artes com honra.

Hospital de los venerables
cúpula da igreja

hospital de los venerables

A segunda coisa a não fazer, é um passeio de charrete pelo centro da cidade. As charretes são comuns e abundantes pelo centro histórico, e a primeira vista parece uma boa, mas na verdade não vale a pena. Custa 45 Euros (fora de temporada e dias festivos, quando aumenta o valor) para até seis pessoas (seis bem apertadas tá?) para 40 minutos de passeio. O condutor vai apenas mostrando isso ou aquilo sem explicar nadica de nada, faz percursos estranhos deixando de fora lugares belíssimos como as fachadas da Catedral ou o Bairro de Santa Cruz. No final você está chei@ de pelos de cavalo e cheirando a, bem… a fezes!

Charrete Plaza de España
Pela Plaza de España em charrete
charrete
meus pais na charrete

 

A terceira coisa a não fazer é pegar um desses ônibus de City Sightseeing Hop on Hop Off: custa 18Euros e é válido por 24horas; tem frequência de um por hora (você vai esperar bastante); tem wifi mas precisa de senha e se você vai lá em cima não tem a quem pedir; muitos lugares bacanas da cidade não são acessíveis de carro ou ônibus, para isso eles oferecem passeios a pé, sobre os quais ninguém dá informação; a história de Sevilha é antiga e rica, além do presente é claro, mas durante o passeio você vai ouvir mais musiquinha do que explanações: fraco!; e o percurso dele pode ser muito bem feito a pé por você mesmo.

hop on hop off
o sol é muito forte em Sevilha, se proteja
hop on hop off
hop on hop off

 

Assim como a Charrete.  De modo que opino que se você não tem dificuldade em caminhar ou pouco tempo, talvez valha a pena do contrário: vai caminhando que você ganha muitooo mais!

É nem tudo é o que fazer, as vezes um não fazer pode ser providencial na organização da sua visita né? 🙂

Bônus: Outro passeio badalado em Sevilha que eu acho que não vale a pena é o Museu do Baile Flamenco.

museo del baile flamenco
boring

Ele é escuro, abafado, mal sinalizado, as funcionárias são confusas (tanto que o dia que visitei, uma delas estava com tanto calor que se esfregava nos vidros dos quadros expostos. Oi? pois é!), o acervo é pobre e mal sinalizado.

museo del baile flamenco
o que faz isso? como brincar? não basta ser interativo se não for interpretado

Penso que tudo poderia ser mais grandioso nesse lugar… O espetáculo de flamenco é outra história, vale muito a pena sim, mas aí é assunto para outro post que ai sair.

museo del baile flamenco
quem é? de onde veio?

 

Gostou? Se sim, aqui neste link tem um índice de todos os posts da Espanha

Curtiu? Comenta! Compartilha!
Já segue o @comendochucruteesalsicha no Instagram? Lá você acompanha tudo em tempo – quase – real.
E você já curtiu a página do facebooK? Curte lá!
Para receber nossos posts em primeira mão, inscreva-se no nosso feed (ali em cima, à direita), sempre e apenas quando os posts forem publicados você receberá o link em seu e-mail!

Tags
Mostrar Mais

Posts Relacionados

17 Comentários

  1. Ola prof. Poliana. Boa tarde. Concordo com vc. sobre o passeio charrete, pareceu-me que os Senhores condutores, não sem preparados para tal tarefa não explicam quase nada ou nada, poderiam serem melhores orientados para tal tarefa poi o valor por eles cobrado são bem elevados pela qualidade de serviços oferecidos.
    No mais os demais, na minha proxima vinda para Sevilha, vou conferir com certeza.
    Abçs clovis

  2. Eu tbem concordo, e digo mais tive muita pena dos cavalos ,… São explorados mas , nem tudo podemos aproveitar positivamente qdo se faz turismo!….

  3. Muito além do passeio apertado e terminar com pelos e cheiro de fezes, seria a consciência dos maus tratos aos cavalos. Uma pena que isso não teve sequer uma linha.

  4. Poliana, eu não faria o da charrete, todinhos dos cavalos, com calor e puxando aquele peso. O do ônibus acho que até faria porque não ligo para wifi, aqui aonde moramos isso é um luxo que a gente nem espera encontrar….
    Belas fotos!
    Tati

  5. Essas dicas do que não fazer, são tão importantes do que as indicações de passeio! Nos poupa de muitas furadas! É uma boa ideia fazer essa lista pelos lugares…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close